Borda Wala.


Em suas pesquisas realizadas nos anos 80, o Dr. Andrews “descobriu” a borda WALA - a porção mais proeminente da junção mucogengival da mandíbula.


Esta importante estrutura serve de referência para movimentos de expansão das arcadas dentárias. É recomendado que não se avance em direção a esta borda, caso ela seja fina ou estreita. Além disso, ela serve como referência para a formação de “templates” dos arcos.


Segundo o autor, seguir a borda WALA é a melhor maneira de encontrar a forma ideal dos arcos, independentemente da etnia e sexo, além de garantir que as raízes dentárias estejam bem posicionadas nos alvéolos. Não posicionar os dentes na borda WALA pode trazer efeitos indesejáveis para as raízes, gengiva e processo alveolar, segundo o autor.


Em particular, gosto muito de avaliar esta borda, embora existam poucos trabalhos que a estudaram e haja controvérsias a respeito da sua utilidade. Clinicamente, ela me traz

informações interessantes e procuro estar atento à estas. Por fim, para quem não sabe, WALA é um acrônimo dos seus autores: Will Andrews e Larry Andrews. Merecido!


Viva a Ortodontia!

996 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo