Comunicação: o item fundamental.


O cliente (paciente) sempre tem razão?


Nem sempre, afinal, antes de ser paciente o cliente é um ser humano e como tal não é perfeito.


Isto não quer dizer que o profissional deve ignorar os questionamentos dos seus pacientes, pois o motivo maior de qualquer tratamento é a satisfação destes. Sem satisfação, sem sucesso e sem futuro. Ou seja, se precisamos deixar o nosso cliente satisfeito precisamos entendê-lo e é aí que entra o fator decisivo: comunicação.


Neste caso, a falha de comunicação é (quase) sempre do profissional. Sim, por que somos remunerados para isso: para entender todas as necessidades fisiológicas e psicológicas referentes ao tratamento. Na Ortodontia, este entendimento é fundamental.


Não se pode dizer que usar aparelho é a melhor coisa do mundo, mas também não se pode afirmar que é a pior, mas a Ortodontia não se resume ao aparelho, pois o seu maior objetivo é um excelente resultado, que significa um “sorriso belo e saudável”. Isto precisa ficar claro e cristalino!


Os pacientes procuram por tratamento ortodôntico para ficarem mais felizes, porque é isso o que um belo sorriso proporciona e, sendo assim, temos a obrigação de informá-lo das reais possibilidades de sucesso.


Devemos ser verdadeiros, com a consciência de que estamos sempre dando o melhor, mas temos limites. É aí que entra o fator “informação”.

Todas as limitações de um tratamento quando ditas antes do início do tratamento são consideradas informações, quando comunicadas ao final se tornam desculpas.


Isso não significa que as justificativas não sejam válidas, mas precisamos entender que as desculpas não criam a mesma receptividade das informações, o que pode gerar desentendimentos.


Por outro lado, voltando ao início, não se pode dizer que todas as queixas do paciente são corretas. O paciente também erra, mas cabe ao profissional saber entender onde está a falha e comunicar corretamente, de forma eficiente e educada onde ela se encontra.


Nem sempre, mesmo com esmero, temos sucesso na comunicação (todos sabem disso), pois algumas pessoas tem a necessidade de provarem ao mundo que estão sempre certas independentemente do ambiente ou da pessoa com que estejam falando. Neste caso, o jeito é aproveitar para adquirir experiência, fazer o máximo e reconhecer que apesar da Ortodontia ser a melhor profissão do mundo, nem tudo é perfeito.


Viva a Ortodontia!

86 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo